Simonetti’sketchbook


“Pousa a caneta e deixa que alguém desenhe por ti”
Dezembro 19, 2009, 11:44 am
Filed under: Vários

Não tem sido fácil ter tempo para colocar aqui nada por vários motivos pessoais.
Em breve, mas sem expectativas, vou tentar reavivar este espaço.

Anúncios


Porto Covo
Julho 8, 2009, 6:58 pm
Filed under: Pessoas

Há momentos que dão uma boa fotografia. Por isso tenho deixado a máquina de lado para poder sentir o sabor de cada registo que faço. Este vai ficar retido no obturador que existe dentro de mim.

mil_fontes_01

Aproveito para agradecer às pessoas que directamente e aqui no blog transmitem a sua opinião em relação ao meu “trabalho”, acreditem que tem sabido bem ler e ouvir-vos. Obrigado.



A Aldeia
Junho 28, 2009, 11:57 pm
Filed under: Urbano

azinhaga_29_06

Um dos meus refúgios da pressão do quotidiano. Vai-se sempre cheio de vontade com uma bagagem vazia para se encher de descanso. O que se traz na volta é a vontade de ficar mais uns dias.



No descanso da noite
Junho 23, 2009, 10:00 pm
Filed under: Pessoas

costa_pai

costa_mae



Sim, tenho desenhado
Junho 22, 2009, 8:51 pm
Filed under: Pessoas, Urbano

…e coloco agora aqui para todos verem. O que se segue foram uns dias na Costa da Caparica muito bem passados por sinal.

caparica_01

caparica_02

caparica_03

O mais complicado por vezes é arranjar a posição certa para se desenhar. O calor também não ajuda, pois da ponta da caneta a tinta é sempre mais do que por vezes se espera e o traço sai mais grosso. Controlando isso, temos os mais variados modelos para desenhar.



Na tasca
Maio 19, 2009, 7:36 pm
Filed under: Pessoas

Não anda fácil arranjar tempo para desenhar nestes últimos dias. Os trabalhos do mestrado têm-me dado conta das poucas horas livres. Deixo-vos um desenho feito na tasca na 6ª feira passada com os meus companheiros de faculdade. O prego estava cinco estrelas!

tasca



Fui à Feira do livro de Lisboa e comprei uma fartura.
Maio 10, 2009, 11:12 pm
Filed under: Urbano

nuria

Que mistura é esta? Será que os nossos hábitos de leitura estão assim tão oleosos?